A área de estética é um dos mercados que mais cresce no mundo e o Brasil ocupa um dos primeiros lugares no ranking no que se refere a beleza e bem estar. De acordo com pesquisa realizada pela Euromonitor, o Brasil é o quarto no ranking mundial de consumo de produtos e serviços cosméticos e de cuidados com a beleza, ficando atrás apenas dos Estados, China e Japão, nessa ordem. Em um levantamento divulgado pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), referência do setor, é possível ver que a estética é um dos mercados em maior e mais rápida expansão, tendo crescido 567% nos últimos cinco anos e empregando mais de 480 mil profissionais direta ou indiretamente.

Logo, existe uma carência de profissionais técnicos em estética qualificados para suprir essa necessidade. Há boas oportunidades de empregos tanto em setores tradicionais (clínicas e salões) como em atividades emergentes, como SPAs, resorts, hospitais, cruzeiros e instituições em São Luís e no Maranhão.

O esteticista pode atuar em empresas privadas, integrando uma equipe multiprofissional com médicos dermatologistas, nutricionistas, fisioterapeutas e cirurgiões plásticos. Podem abrir seu próprio negócio, realizar atendimento home care, em salões e institutos de beleza, SPAs, hotéis, resorts, atuam também em pós operatório de cirurgias plásticas, entre outros. A média salarial para Técnica em Estética no Brasil é de R$ 1.580,00.

× Atendimento Virtual